O Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Silva Gouveia, assinalou hoje o encerramento da Semana da Igualdade do Funchal 2020, com a entrega do 6º Prémio Municipal Maria Aurora, um dos principais símbolos da Autarquia nos últimos anos na promoção da igualdade de género. Estiveram igualmente presentes na cerimónia as Vereadoras Madalena Nunes e Dina Letra, a Conselheira Municipal para a Igualdade, Guida Vieira, e Ângela Morna, filha de Maria Aurora.

A grande vencedora deste ano foi a jornalista e escritora madeirense Ana Cristina Pereira, com o trabalho “Descascando o tempo das Mulheres – para uma inclusiva história da Madeira”, que foi representada na ocasião pela sua mãe. Foram, igualmente, distinguidos hoje os vencedores do 5º concurso de vídeo Caminhando para a Igualdade, que premiou o vídeo “Ponto de Fuga”, realizado por Diva Gomes, António Fernandes e Marcelo Graça.
Para Miguel Silva Gouveia, “o Funchal encerrou, assim, com chave de ouro a Semana Municipal da Igualdade, depois de ontem termos sido reconhecidos pelo Conselho de Ministros, como um dos Municípios que mais tem feito pela igualdade de género a nível nacional.”
O Presidente considerou que “os trabalhos distinguidos hoje pelo Funchal contribuem, acima de tudo, para quebrar o silêncio que é muitas vezes cúmplice de comportamentos desiguais, seja no que diz respeito à violência doméstica, seja em termos de abusos com que nos deparamos nas nossas vidas pessoais e profissionais todos os dias, e nós não podemos ser cúmplices, pelo que nos cabe levar as práticas da igualdade a todas as áreas da nossa vida. O Município do Funchal tem estado à altura dessa responsabilidade.”
Miguel Silva Gouveia concluiu que “mais importante do que valor monetário recebido pelos vencedores dos prémios que atribuímos hoje, são os valores que transmitimos à sociedade, de igualdade, justiça e equidade social. Esse é o prémio maior que a cidade do Funchal fica a ganhar, e agradeço a todos aqueles que participaram, convidando a que tenhamos ainda mais trabalhos no próximo ano, contribuindo para que a igualdade, mais do que retórica, seja efetiva na nossa cidade e na nossa comunidade.”
Consulte os trabalhos apresentados a concurso em https://pem.cm-funchal.pt/recursos-digitais-igualdade/