FOOD TRAILS

PEM

A Câmara Municipal do Funchal é uma das 11 cidades europeias parceiras do projeto FOOD TRAILS, financiado pelo programa da União Europeia “Horizon 2020”.

As onze cidades parceiras desta iniciativa são o Funchal, Bérgamo, Birmingham, Bordéus, Copenhaga, Grenoble, Groningen, Milão, Tessalónica, Tirana e Varsóvia, todas signatárias do Milan Urban Food Policy Pact, tendo o Município do Funchal aderido em 2017. A estas juntam-se diversas Universidades e stakeholders europeus, nomeadamente: Fondazione Milano Politecnico, Eurocities, Slow Food International, EAT Fondation, Cardiff Univeristy, Wageningen Research, Roskilde Universitet e Cariplo Factory.

Este projeto teve início no dia 16 de outubro de 2020, Dia Mundial da Alimentação, e tem a duração de quatro anos, visando criar uma rede de cidades que se constituem como locais-chave para reinventar e contribuir, conjuntamente com a comunidade e as entidades parceiras, para a transformação do sistema alimentar, criando os alicerces para a construção de uma estratégia alimentar local.

Através deste projeto, o Município implementou um Laboratório Vivo – Urban Living Lab, no sentido de envolver os mercados municipais, as escolas, e as entidades parceiras locais das mais diversas áreas, nomeadamente ao nível da produção, transformação e consumo alimentar sustentável, e da literacia alimentar e ecológica. Está localizado na zona da Penteada, e dele fazem parte a horta municipal H27, a loja de cariz social “Cabaz Vital”, o Mercado da Penteada e o Pólo educativo 3D. “Redescobrir sab@res” marca a identidade do projeto no Funchal, tendo como objetivo a (re)descoberta de sabores e saberes tradicionais.

Durante o projeto, a CMF vai trabalhar em articulação com a Universidade da Madeira, através do ISOPlexis – Centro em Agricultura Sustentável e Tecnologia Alimentar, no desenvolvimento de iniciativas de produção alimentar mais sustentáveis.

Notícias